Sketchbook Miolito

Apesar de ultimamente estar fascinada com o mundo das Copics (vai ter post sobre elas em breve) ainda continuo meus estudos pessoais com a tinta acrílica.

Mas eu precisava de um sketchbook (livro de rascunho, no bom português) para poder fazer testes de forma mais "descompromissada".

A marca escolhida foi a Miolito, em que cada sketchbook é feito de forma artesanal.
Eu achei um amor a embalagem e o carinho no envio do produto.







E ainda ganhei caderneta de brinde. :3
O papel é muito bom, da linha Universitária da Cason, 300g/m² para aquarela. Serviu perfeitamente para os meus testes aguados com acrílica.

Quem tiver interesse em mais dicas sobre onde comprar sketchbooks me avisa, estou pensando em fazer um post com as principais lojas e marcas que conheço.

Espalhe essa lindeza por aí:

Papelaria fofa: bloquinho Lua

E a papelaria fofa desta semana fica por conta do bloquinho tipo post-it com formato e efeito de lua cheia. Uma fofurinha.
Só achei meio grande pra ficar assim, na tela do computador! hahaha




Você encontra numa lojinha no Etsy, a DuboDumo e sai por R$16,00 (fora frete).
Quem é ratinho de papelaria vai gostar da loja, ela tem vários outros itens interessantes a um bom preço. Mas lembre-se, tem que ter paciência pra esperar chegar.

Espalhe essa lindeza por aí:

O que vocês pensam sobre: Patins?

Desde criança eu tinha vontade de ter um patins sabe. Mas meu pai sempre foi daqueles que classificavam patins na lista "frescuras caras que podem te machucar". E assim eu nunca aprendi a patinar.


Claro que a gente cresce e finalmente passa a ter a própria grana. E como minha vontade de aprender a patinar nunca passou, ainda penso e tenho vontade de comprar um patins e sair por aí, aos tombos e derrapagens, até aprender. Quero praticar um exercício, mas com diversão.


Mas se quando pequenos temos nossos pais pra nos desanimar de certas coisas, quando adultos temos colegas para dizer, "ah, mas você não vai ter onde andar com isso", "você vai cair hein, imagina se quebra os dentes?", "isso é uma coisa cara e se você enjoar?" etc.


Entre o patins quad, tradicional, e o inline, fico com o tradicional, acho lindíssimo. O problema é que muita gente diz que ele é mais difícil de aprender a equilibrar, que não pode patinar com ele em qualquer lugar (nem asfalto), que o preço é mais caro...

Fico com essas opiniões diversas martelando na cabeça, já que não entendo nada de patins.


Com relação a preço, realmente não são baratos os danadinhos.
Aquele da Melissa, que todo mundo está falando, pelo que pesquisei é desperdício se for olhar o custo benefício. Está mais pra artigo de decoração.

Babiekins Magazine| Skates & Sweet Summer Days by Creative Soul Photography

Tem os patins divos da Track-O-Saur, que são salgados pra mim, ainda mais pra quem está querendo começar (um dia quem sabe!).
Achei um lindo com um preço mais ou menos no Submarino.com.br e outros no Patins.com.brcom preços e qualidade bons, de acordo com as minhas pesquisas.

thesweetestoccasion.com

No fim fico aqui, pensando se junto o dinheiro e compro de uma vez ou se me rendo ao medo de não gostar, me machucar, de não aprender e todas aquelas ansiedades e possibilidades negativas que impendem o ser humano de sair de sua zona de conforto e se divertir, fazer coisas novas e arriscar.

Rock and Roller Skate Retro 80's Baby Neon by RockTheJourney

O que vocês acham? Quem aí tem vontade de patinar?
 E por favor, quem entende do assunto, me dê dicas! Preciso me decidir...

Todas as imagens do post foram retiradas do Pinterest. Entre no meu perfil e confira a fonte de cada uma delas (e lá tem mais algumas!): meu Pinterest.

Espalhe essa lindeza por aí:

Instagram

As mais novas do Instragram!

Vem aqui e segue o blog!